FO topo1Fudacao topo2Osorio topo3Rio de Janeiro topo4Fundacao Osorio topo5

Notícias


  Homenagem da Fundação Osorio

 

O Presidente da Fundação esteve em Brasília – DF e entregou a medalha Fundação Osorio ao Ministro da Defesa, Gen Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira e ao comandante do Exército, Gen Marco Antônio Freire Gomes, distinções essas que haviam sido conferidas àquelas autoridades por ocasião dos 101 anos de nossa escola. Na mesma oportunidade o Gen Othilio Fraga Neto, do CPEx, o Cel R1 Alei Salim Magluf e o servidor civil do MD, Eugênio Marcello Borges Peres, também receberam as homenagens da escola.



  Espaço Alternativo: Dinâmica de Grupo

 

A volta à normalidade está desafiando o ânimo e a têmpera das pessoas.

No trabalho, nas escolas e nos diversos tipos de atividades ainda observamos as sequelas da crise sanitária, as mudanças de hábitos e de competências, com significativas alterações na nossa maneira de ser.

Os especialistas têm concordado em alguns pontos e divergido em outros, mas todos são unânimes em afirmar que o “problema” vivido por todos nós deixou marcas profundas em nosso inconsciente coletivo e que, em alguns casos, devemos procurar ajuda e aconselhamentos, debatendo nossas ansiedades, individualmente e/ou em pequenos grupos.

Nesse sentido a escola criou um espaço e convocou voluntários para conversas, usando técnicas de “dinâmica de grupo”, a fim de auxiliar e encontrar alternativas que possam ajudar a todos nós.

Parabéns aos voluntários, professores e alunos, que se dedicam à busca de soluções.


  XV de novembro

 

Uma Comitiva de alunos da escola representou a Fundação Osorio nas comemorações oficiais da Proclamação da República no comando Militar do Leste.

A Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército – DPHCEx foi a organizadora do evento que aconteceu na manhã do dia 16 de novembro no Forte de Copacabana, com a presença de diversas autoridades civis, militares e convidados.

A impecável apresentação da nossa delegação foi um destaque, merecendo elogios de todas as partes.

Parabéns Corpo de Alunos!

Parabéns aos integrantes da Guarda de Honra!


  Nota de pesar

 

Faleceu no dia 14 de novembro, segunda-feira, o Coronel de Artilharia Murilo Silva de Souza, que integrou por mais de 20 anos a equipe de trabalho de escola junto à Seção Técnica de Ensino / Divisão de Ensino.

Atualmente, fazia parte do nosso Conselho Deliberativo e continuava colaborando no assessoramento à Direção, na busca de soluções de problemas sensíveis e nas importantes decisões que envolvem o processo ensino/aprendizagem em nosso estabelecimento de ensino.

Perdemos um amigo, um profissional com larga experiência, uma pessoa que amava a Fundação Osorio.

Que Deus o receba e que ele descanse em paz.



  Aulas Públicas de Música

 

A escola tem a sua atividade-fim voltada para a Educação e tem se preocupado em não se restringir apenas às áreas cognitivas do aprendizado. Muitas atividades são programadas a fim de desenvolver as áreas psicomotora e afetiva. O ensino de música, liderado e coordenado pela professora Ana Cristina, tem apresentado resultados surpreendentes e tem encantado a todos nós.

As recentes apresentações musicais de nossos alunos aos pais e responsáveis demonstraram os resultados desse trabalho. Vejam um trecho dessas apresentações públicas, feito pelos alunos do 5° ano, no último dia 27 de outubro de 2022.


Clique para para assistir o Canto do Hino da Independência



  "Hispanidades"

 

No dia 26 de outubro os alunos do Ensino Médio e do 9° ano do Ensino Fundamental, sob orientação dos professores de Língua Espanhola da Fundação Osorio, desenvolveram o projeto "Hispanidades", que teve por objetivo neste ano, apresentar à toda comunidade escolar, a história, as cores, os sabores, a cultura e a alegria do povo colombiano.

O projeto é uma homenagem ao "Dia de la Hispanidad" e visa aproximar os alunos da cultura hispânica, referente aos paises unidos pelo língua espanhola, que elegeram o 12 de outubro, dia em que Colombo chegou à América, no ano 1492, como um marco da união entre as etnias dos povos e continentes hispano-americanos e espanhois.


  Gente da Gente

 

Envolvida no esforço de recuperação e criando alternativas para otimizar as atividades escolares nesse período pós-pandemia, a escola tem trabalhado bastante no tema do bicentenário de nossa independência, mas não pode deixar de evidenciar a crescente dedicação dos seus professores. Neste 15 de outubro é dever e mesmo uma obrigação destacar os feitos da Professora Sueli Guimarães Gomes, profissional incansável à frente da Divisão de Ensino da escola, agora e durante toda a crise sanitária que muito nos assustou.

Em toda a sua vibrante jornada na educação pública e privada, a professora tem contribuído de forma incansável na busca de resultados práticos e eficientes no aprendizado dos alunos. Em sua disciplina desenvolveu sempre a imaginação e a capacidade de pensar do alunado, extraindo significados e verbalizando sentimentos através de suas aulas de Língua Portuguesa.

Aqui na Fundação Osorio não foi diferente, em 1998, após passar em 1º lugar no concurso público para Língua Portuguesa, tornou-se no ano seguinte, integrante do grupo de mestres do Ensino Médio, transformando a vida de muitos alunos brindados com suas aulas e com sua inteligência. Sua formação em Direito, suas competências e habilidades foram de grande valia para a sua escolha, em 3 de setembro de 2003, para o cargo de Chefe da Divisão de Ensino da FO em virtude dos atributos demonstrados em diferentes situações: liderança, envolvimento, flexibilidade, confiabilidade, empatia, senso de justiça e um imenso amor por sua profissão.

A chefe da Divisão de Ensino é mestre em Educação e tem contribuído, ao longo desses 23 anos de serviço, de forma destacada para a caminhada de nossa escola em busca da excelência. Portanto, é dever de justiça destacar nesta coluna de “gente da gente”, no Dia do Professor, o primoroso trabalho da professora Sueli, registrando o agradecimento de toda a escola pela sua ajuda e cooperação.

Parabéns professora Sueli, parabéns professores!


  5º Desafio Global do Conhecimento

 

Na primeira semana deste mês de outubro, uma delegação de 9 alunos do Ensino Médio participou do 5º Desafio Global do Conhecimento (DGC) realizado no Colégio Militar de Brasília-CMB na capital federal do país. O grupo de alunos da Fundação Osorio foi acompanhado do Prof Giorno representando o nosso Corpo Docente e a Direção de nossa escola.

O Desafio Global do Conhecimento é um evento organizado pela Diretoria de Educação Preparatória e Assistencial do Exército (DEPA) que acontece anualmente em Brasília-DF e reúne em torno de 500 alunos dos 14 Colégios Militares, criando experiências diferentes, propondo desafios, trabalhos de pesquisas, estimulando o aparecimento de lideranças entre os jovens alunos participantes do evento.

Das diversas atividades que compuseram o 5º DGC, realizado entre o dia 03 e o dia 07 de outubro, todos os alunos presentes integraram os comitês do MundoCM, que é um modelo de simulações de debates diplomáticos na área de relações internacionais. Na noite de 4ª feira a delegação da Fundação Osorio participou da Feira Global, onde cada estabelecimento de ensino apresentou as peculiaridades de uma nação diferente. Coube-nos montar o estande sobre as principais características políticas, geográficas, culturais e sociais da Austrália, missão essa muito bem cumprida pela equipe da FO.

Durante a permanência de nossa equipe no Distrito Federal, os alunos da FO tiveram a oportunidade de realizar uma visita guiada por toda a cidade, conhecendo os principais pontos turísticos, monumentos e instituições federais do Estado Brasileiro.


  Visita ao Galpão das Artes

 

Na primeira semana de outubro, quando se comemora o Dia da Natureza, data criada com o intuito de conscientizar a população a respeito da importância da preservação do meio ambiente, alunos do 5º ano do Ensino Fundamental da Fundação Osorio visitaram o Galpão das Artes, projeto criado pela Prefeitura do Rio de Janeiro, através da Companhia Municipal de Limpeza Urbana.

O Galpão das Artes Urbanas, inaugurado em 2002, é um espaço destinado a incentivar artistas, profissionais e cidadãos envolvidos na prática do reaproveitamento de materiais, com o objetivo de reduzir, através da arte, a enorme quantidade de resíduos urbanos produzidos a todo instante.

Na oportunidade nossos alunos participaram de uma peça teatral e de outras atividades interativas, que visam a conscientização do cuidado que precisamos ter com o nosso lixo na natureza.


  Visita ao Centro de Educação à Distância do Exército

 

No dia 22 de setembro, uma comitiva da Fundação Osorio, composta pelos coronéis Ewertton, Soares, Alex e o Sgt Eringer, visitou o Centro de Educação à Distância do Exército (CEADEx), por orientação do Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx).

O objetivo da visita foi conhecer a estrutura e a potencialidade daquele Centro, além de operacionalizar a migração do nosso AVA, o FO Virtual, para o EBAula, plataforma utilizada pelo Exército, para ampliar nossas funcionalidades pedagógicas e a aumentar a segurança do sistema informatizado.


  Inscrições Fundação Osorio - 2023

 

Respaldada no Estatuto e no Regimento Interno da Fundação Osorio, a Direção da Escola publicou as Instruções Reguladoras (IR) para Solicitação de Vagas na Fundação Osorio - 2023­, na página eletrônica www.fosorio.g12.br, com a finalidade de regular os procedimentos que se repetem ao final de cada ano letivo.

A página eletrônica da Escola é o principal veículo que compartilha as informações necessárias das atividades da Escola. O crescente número de visitantes demonstra a confiança e o respeito que a sociedade deposita no trabalho que vem sendo desenvolvido pelos integrantes deste Estabelecimento de Ensino.

A grande procura por vagas caracteriza um aspecto positivo que merece ser destacado, mas nos traz enorme preocupação quanto à frustração daqueles que não conseguirão ser atendidos em virtude das restrições, carências e dificuldades da Fundação Osorio em não ofertar um maior número de vagas àqueles que nos procuram.

A maioria das pessoas desconhece as peculiaridades da Escola, cujo principal “portão de entrada” é o 1° ano do Ensino Fundamental. As vagas que por ventura ocorrerem em outros anos escolares devem-se a algumas desistências, jubilações e transferências de militares que se mudam do Rio de Janeiro devido às características da profissão. As “solicitações de vagas” para o ano letivo de 2023 serão, exclusivamente, voltadas para os 1° e 6° anos do Ensino Fundamental e para o 1° ano do Ensino Médio/Profissionalizante (Técnico em Meio Ambiente).

Um detalhe essencial ao atual funcionamento da Escola é o fiel cumprimento aos acordos de parceria estabelecidos oficialmente com o Exército Brasileiro, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e Corpo de Bombeiro Militar do Estado do Rio de Janeiro, instituições onde a administração escolar vai buscar reforços para completar os inúmeros claros de pessoal existentes em seus quadros.

Todos estamos satisfeitos com os resultados alcançados, mas também temos plena consciência de que é preciso melhorar sempre. Neste contexto, cresce de importância a participação dos senhores pais/responsáveis, da Associação de Pais de Alunos e Amigos da Fundação Osorio, ex-alunos, parceiros e colaboradores, no crescente esforço de sempre ajudar a Escola. Esperamos, desde já, contar com o apoio e a compreensão de todos os que nos procuram.

As lições aprendidas nos tornaram melhores e mais fortes. é preciso ter fé e esperança, é preciso confiar. Os resultados a alcançar irão nos surpreender e deverão ser facilitadores de novos conhecimentos e de novas tecnologias. Temos a certeza de que a vontade, a garra e a capacidade de superar obstáculos estarão sempre presentes nas pessoas que compõem a nossa Escola. Que em 2023 possamos continuar cultuando nossos princípios, crenças e valores, contribuindo para um mundo cada vez melhor.

Clique para acessar a IR


A Direção


  Filme sobre José Bonifácio

Assista ao filmete relativo à um importante personagem da nossa história. Salve o "Patriarca da Independência!"

Clique aqui para assistir


  Gente da Gente

Recentemente transferida de Belém-PA para o Rio de Janeiro, servindo agora na Policlínica Naval de Campo Grande, a Capitã de Corveta Elizabeth Lobo de Oliveira ex-aluna da Fundação Osorio, formanda de 1991, esteve visitando a nossa escola, matando as saudades de antigos professores e de funcionários. Depois de muitos anos sem visitar-nos, as emoções estavam à flor da pele com as lembranças dos momentos e das experiências vividas. Segunda ela, muitas foram as pessoas que marcaram a sua vida, mas em especial, destacou o carinho, os cuidados e a atenção da professora Ana Luiza.


  Visita à Reserva Biológica do Tinguá

No último dia 23 agosto, os alunos do 3º ano do curso de Meio Ambiente realizaram uma visita técnica à Reserva Biológica do Tinguá, localizada no município de Nova Iguaçu. O propósito da visita era oportunizar um contato com esse modelo de unidade de conservação (UC) federal, uma vez que eles cursam a disciplina de Gestão de Unidades de Conservação dentro da sua grade curricular. Na visita, a analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Gisele, a Técnica ambiental, Thaís, e a Turismóloga, Juliana, nos conduziram a uma das trilhas, onde foi possível aprender mais sobre a história de criação daquela unidade e a importância do seu entorno, bem como gestão democrática e manejo de conflitos. De forma complementar ao objetivo da visita, os presentes aprenderam um pouco mais sobre as 31 áreas de captação de água da companhia Águas do Rio, que são realizadas dentro da Reserva Biológica do Tinguá. A visita técnica é extremamente relevante para os alunos, uma vez que os permite vivenciar na prática a dinâmica e organização dos espaços que são pertinentes à sua formação profissional.


  Visita à Fazenda Mulungu Vermelho

Em 16 de Agosto, os alunos do 9º do EF, acompanhados de professores e inspetores se deslocaram para a cidade de Valença-RJ com o objetivo de conhecer a fazenda Mulungu Vermelho imóvel com reconhecido valor histórico no estado do Rio de Janeiro. A visita foi incluída no rol das atividades do Projeto Bicentenário da Independência do Brasil e possibilitou uma reflexão multidisciplinar sobre o complexo processo de construção do Brasil como Estado Independente. A fazenda é uma propriedade rural e foi construída em 1831, na primeira fase da plantação do café na região do Vale do Paraíba, com um número aproximado de 280 mil pés deste grão tão apreciado no Brasil e em todo mundo. A propriedade rapidamente se tornou uma das mais prósperas produtoras de café no interior do nosso estado. Seu nome é proveniente da grande quantidade de árvores "mulungu vermelho" presentes naquela região.

O guia turístico, com seus relatos e trajes típicos, proporcionou a todos um mergulho na história recente do Brasil, onde a principal fonte de riqueza era a exportação de café. Nossos alunos tiveram a oportunidade de reviver importantes episódios da história, da economia e do desenvolvimento social do nosso estado.

A visita só foi possível graças ao apoio proporcionado pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército, da Diretoria de Educação Superior Militar e da Escola de Instrução Especializada que nos disponibilizaram o transporte em viatura militares, combustível e os motoristas.


  4º Concurso de redações Amazônia Azul!

Promovido pela Fundação Cesgranrio, junto com a Soamar-Rio (Sociedade dos Amigos da Marinha) Rio de Janeiro e com a Marinha do Brasil, o 4º concurso cultural de redação “Amazônia Azul” tem o objetivo de divulgar e afirmar este conceito do referido tema.

Serão premiadas as seguintes categorias: estudantes do ensino fundamental; estudantes universitários; e público em geral. As inscrições são gratuitas e vão até o dia 28 de agosto de 2022.

Saiba mais em https://www.cesgranrio.org.br/concursos/evento.aspx?id=amazonia2022


  II Simulação Intercolegial Militar do Rio de Janeiro

A Fundação Osorio organizou a segunda edição da Simulação Intercolegial Militar do Rio de Janeiro (SIMRJ), sob a orientação do 1º Tenente Giorno, professor de Filosofia da escola, entre os dias 21 e 24 de julho, em pleno período de férias.

O evento foi composto por dois comitês históricos que simularam a Conferência de Algeciras que mediou a crise do Marrocos no início do século passado e a ECO-92 (Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento) discutindo os principais temas daqueles encontros. Alguns dos participantes reviveram o trabalho das principais “Agências de Comunicações” transmitindo e difundindo as discussões e principais deliberações.

As delegações foram representadas por 26 alunos da Fundação Osorio e 10 alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro. O secretariado da II SIMRJ foi composto por 2 alunas e 3 ex-alunos da Fundação Osorio, presidido pelo secretário-geral, o ex-aluno Joel Perez de Oliveira, hoje estudante de Direito na Universidade Estadual do Rio de Janeiro.

A SIMRJ teve sua primeira edição, em formato “on-line”, no ano de 2021, com o objetivo de estreitar o espírito de amizade e a cooperação entre os estabelecimentos de ensino na cidade do Rio de Janeiro. Esta segunda edição foi totalmente presencial e contou com o apoio da Divisão de Ensino e da Divisão Administrativa. Em torno do evento, a Direção da FO espera que este modelo diplomático possa despertar, cada vez mais, o entusiasmo dos alunos na pesquisa e nos estudos em torno de temas conflitantes e até desconhecidos, contribuindo para o desenvolvimento integral dos nossos alunos, preparando-os para os desafios do mundo globalizado e crescimento do nosso país.


  Recuperação do “gerador do auditório”

A Fundação Osorio possui um gerador de energia elétrica, da marca HEIMER, Sielent,de 180 KVA, que foi adquirido no ano de 2000. O equipamento alimenta o sistema de refrigeração do Auditório, que é composto por 16 aparelhos de ar condicionado. Durante todos esses anos, o gerador entrou em operação em todas as ocasiões em que aquela dependência foi utilizada. Em fevereiro deste ano o equipamento entrou em pane, depois de um curto-circuito, sendo necessária uma rigorosa manutenção da parte mecânica, realizada pela própria equipe de serviços gerais da Fundação. Ato contínuo foi constatada a necessidade de reparação no sistema elétrico e do enrolamento do rotor que estava danificado.

Apesar das restrições orçamentárias e da necessidade de realizar uma despesa que não estava prevista no planejamento anual, a Administração priorizou a consecução dessa manutenção corretiva, principalmente por se tratar de um material essencial para a continuidade do uso daquele espaço no prosseguimento das aulas e apresentações escolares previstas. Dessa forma, foi providenciada a contratação de uma empresa especializada para realizar os serviços de recuperação, o que incluiu a retirada do gerador através de veículo com um guindaste e o seu transporte para uma oficina onde houvesse condições técnicas para a realização do reparo. Finalmente, no mês de abril, o gerador foi reinstalado e está novamente em condições de funcionamento, com o nosso auditório em plenas condições de uso. Foi concluída com êxito, mais uma manobra nos bastidores para manter a nossa escola sempre nas melhores condições.


  Visita ao Aterro Sanitário em Seropédica

Nos dias 17 e 24 de maio, foram realizadas visitas técnicas &agtrave; Central de Tratamento de Resíduos - CRT (Aterro Sanitário) da empresa Ciclus Ambiental, localizada em Seropédica (RJ). Nesta atividade, os alunos do 1º e 3º anos do curso técnico em meio ambiente tiveram a oportunidade de vivenciar as rotinas e procedimentos operacionais de um aterro sanitário bioenergético, instalado em uma área de cerda de 3 milhões de metros quadrados e que recebe diariamente um volume aproximado de 10 mil toneladas de resíduos sólidos de diversos municípios do Rio de Janeiro. O evento também contou com a presença e a orientação dos professores Paulo Sérgio (Gestão de Resíduos Sólidos), Carlos Augusto (Avaliação de Impactos Ambientais) e Maria Olívia (Química).


 Biblioteca na praça

Aproveitando uma ideia e objetivando deixar a escola cada vez mais bonita, a Divisão de Administração, por intermédio do Cel Renault, gerenciou mais uma melhoria em nossa infraestrutura: a Biblioteca na praça.

Utilizada como çrea de lazer e ponto de encontros, a praça principal da Fundação recebeu uma atenção especial com a recente inauguração dessa novidade, que aproveita um velho tronco de árvore, com nichos iluminados, onde estão sendo disponibilizados livros para uso do Corpo de Alunos.


  Estragos... vento e chuva forte

São os problemas do fim de semana.... problemas da administração da escola que nem sempre são percebidos.

Não é o primeiro nem será o último, mas envolvem tempo, pessoal especializado e dinheiro para os reparos. É assim nos telhados, na rede elétrica, nos cabos lógicos etc.





FO rodape1Fundacao rodape2Osorio rodape3Rio de Janeiro rodape4RJ rodape5